PUBLICIDADE
Actualidade

UE prorroga até março de 2020 sanções por atos contra independência da Ucrânia

12 | 09 | 2019   12.45H

O Conselho da União Europeia (UE) decidiu prorrogar, por mais seis meses e até 15 de março de 2020, as sanções aplicadas a 170 pessoas e 44 entidades por atos contra a integridade territorial e independência da Ucrânia.

Em comunicado, o Conselho da UE dá conta de que em causa estão "medidas restritivas no que diz respeito a atos que comprometam ou ameacem a integridade territorial, a soberania e a independência da Ucrânia".

"As medidas, que consistem em congelamento de bens e restrições de viagem, aplicam-se atualmente a 170 pessoas e 44 entidades", precisa aquela instituição.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Deviam sancionar Espanha por não devolver Olivença e o reino Unido por continuar a ocupar Gibraltar. Primeiro arrumar a casa e depois nada temos que ver com a Ucrânia. É problema do Czar Putin e dos ucranianos. Deixem de ser lacaios dos interesses americanos, comandados pelos anglo-sionistas do capital.
    Dono dos Burros | 12.09.2019 | 13.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE