PUBLICIDADE
Moçambique/Ciclones

ONU pede mais de 362 ME para assistência humanitária

12 | 09 | 2019   14.55H

A ONU pediu hoje em Maputo 397,9 milhões de dólares (362,8 milhões de euros) à comunidade internacional para a assistência humanitária a mais de 2,2 milhões de pessoas afetadas pelos ciclones Idai e Kenneth e pela seca em Moçambique.

O valor não está incluído no apelo de 3,2 mil milhões de dólares (2,9 mil milhões de euros) que o Governo moçambicano fez em junho para a reconstrução das infraestruturas destruídas pelos ciclones Idai e Kenneth, no centro e norte de Moçambique, dos quais foram prometidos pela comunidade internacional 1,2 mil milhões de dólares (1,09 mil milhões de euros).

Falando no lançamento hoje do pedido de ajuda, a coordenadora-residente da ONU em Moçambique, Murta Kaulard, disse que o montante destina-se a garantir a segurança alimentar das vítimas dos dois desastres naturais e da seca, que afeta o sul, até à próxima sementeira, que se inicia em maio de 2020.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE