PUBLICIDADE
Actualidade

Me Too mudou castings e "noções pré-concebidas" - atriz de "Investigação Criminal"

15 | 09 | 2019   09.17H

A nova cara de "Investigação Criminal", Diona Reasonover, considerou que o impacto dos movimentos Me Too e Time's Up se fez sentir nos 'castings' e no tratamento dos atores, disse à Lusa numa conversa em Los Angeles.

A atriz, que na 16.ª temporada entrou para o elenco principal no papel da cientista forense Kasie Hines, devido à saída de Pauley Perrette (Abby), salientou o surgimento de coordenadores de intimidade nos estúdios, novos profissionais contratados para facilitar a filmagem de cenas íntimas entre atores.

"O facto de estarmos a desafiar essas noções pré-concebidas e a forma como se escolhem os atores e como são tratados é importante", afirmou. "Espero que isso mude a forma como interagimos na vida real e percebamos que o que fazemos afeta outras pessoas e temos de as tratar com respeito, da mesma forma que queremos ser tratados", acrescentou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • O exagero de testosterona nas atuações femininas e estrógeneo nas masculinas é uma anomalia evidente e que afasta pelo irrealismo os espectadores de filmes e series.Um conjunto ideológico beliscando os pagantes dos bilhetes em breve provocará falências ou menos afluência.
    Dina | 15.09.2019 | 16.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE