PUBLICIDADE
Actualidade

Grupo internacional de historiadores condena aprovação do Mercado Time Out no Porto

16 | 09 | 2019   12.59H

Um grupo internacional de especialistas em história condena "veemente" a aprovação do projeto do Mercado Time Out para a Estação de São Bento, no Porto, considerando que, neste caso, o valor económico não deveria sobrepor-se ao valor histórico.

Numa carta enviada na passada semana a várias entidades públicas - entre elas a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) que aprovou o projeto apesar das reservas do organismo consultivo da UNESCO para o património, o ICOMOS (Conselho Internacional de Monumentos e Sítios) e a Câmara Municipal do Porto, a quem cabe agora aprovar o Pedido de Informação Prévia (PIP) - o grupo internacional de historiadores IHSHG (International History Students and Historians Group) lamenta a falta de transparência em torno do projeto para a ala sul da Estação de São Bento e exige explicações.

"Como grupo internacional de profissionais, condenamos veementemente este projeto, até que reúna as condições solicitadas por diversas entidades nacionais e internacionais. Os locais históricos fornecem à população um testemunho importante sobre o seu passado e garantem o contínuo desenvolvimento da memória histórica", lê-se na missiva a que hoje a Lusa teve acesso.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE