PUBLICIDADE
Actualidade

Música e danças urbanas "invadem" Évora em novo festival

18 | 09 | 2019   06.07H

Blaya, Virgul, Stereossauro, Criolo, Momentum Crew ou Max Oliveira são destaques do Évora Urban Village, um festival que arranca hoje, nesta cidade alentejana, e no qual a música e danças urbanas vão andar de "mãos dadas".

Promovido pela câmara municipal, com produção artística da AMG Music, o Évora Urban Village - Festival de Música, Dança e Artes Urbanas quer "fazer a cidade dançar" e decorre até sábado, disse a organização.

"Virado para os jovens" e com "um foco especial na música e nas danças urbanas", o evento inclui diferentes propostas que vão animar vários espaços da cidade, cujo centro histórico é Património da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO, na sigla em inglês).

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • O país no seu melhor. As férias de papo pró ar e à beira mar, já lá vão. Iniciadas as aulas há que, começar a trabalhar no duro, praxes para entrada, depois como primeiro prato dança, lá mais para a frente o segundo prato vai ser música e teatro, e como sobremesa antes das próximas férias grandes, festivais como deve ser, músicos estrangeiros, droga e algo de sexo para desenfastiar. Paga o contribuinte que se levanta cedo, trabalha muito, porque nisso temos que imitar os chineses. Vão nos passar à frente brevemente no salário mínimo mas isso pouco importa. O que importa mesmo, é que as criancinhas já passadas dos 20 e aqueles velhos 'pédés' vestidos à Goucha sejam felizes. Nisso o senhor presidente de/da câmara não olha a meios e nem poupa nas despesas, em ano de regabofe eleitoral. Brevemente, nem vai ser preciso darem-se ao trabalho de irem 'bota'r o voto na urna (que nome mais feio) ele já está a tratar das chapeladas electrónicas.
    Dono dos Burros | 18.09.2019 | 11.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE