PUBLICIDADE
Actualidade

'Vistos gold' e investimento chinês fazem disparar tutorias de português -- diretor IPOR

18 | 09 | 2019   07.07H

O diretor do Instituto Português do Oriente (IPOR) disse à agência Lusa que o número de tutorias de português quase duplicou este ano, muito devido aos 'vistos gold' e ao investimento chinês nos países lusófonos.

Com mais de três meses para terminar o ano e o número de horas de tutorias de aprendizagem da língua portuguesa em relação a 2018 já cresceu quase para o dobro, ultrapassando o meio milhar de horas, salientou, em entrevista, Joaquim Coelho Ramos.

"Só nos primeiros dois meses deste ano económico ultrapassámos o número de tutorias do ano passado todo", reforçou o responsável pelo IPOR, instituição que assinala na quinta-feira 30 anos de vida em Macau e de atividade na Ásia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Portugal = Paraíso da Máfia. Estes não precisam de ser pescados pela "polícia" marítima, entram pela porta principal e o ministro curva-se para lhes beijar o cachucho.
    Dono dos Burros | 18.09.2019 | 13.13Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE