PUBLICIDADE
Actualidade

A libertação de Xanana Gusmão e a incerteza do seu regresso a Timor-Leste em 1999 (REPETIÇÃO)

19 | 09 | 2019   07.06H

Uma das formas de contar o 'filme' da saída em liberdade de Xanana Gusmão da Indonésia, há 20 anos, seria com comida: queijo da serra e bacalhau numa embaixada em Jacarta e frango de churrasco numa praia australiana.

As duas refeições, ambas inesperadas, dão cor a um dos momentos altos do período após o referendo de 30 de agosto de 1999 em Timor-Leste, em que a maioria dos timorenses escolheu a independência.

A história da viagem para a liberdade foi contada à Lusa por Paula Pinto, primeira de três mulheres que em 1999 montou o gabinete de apoio ao então preso mais famoso da Indonésia, Xanana Gusmão.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE