PUBLICIDADE
Football Leaks

Ministério Público acusa Rui Pinto no caso 'Doyen'/Sporting

19 | 09 | 2019   16.26H

O Ministério Público (MP) acusou Rui Pinto, colaborador do 'Football Leaks', por factos apurados na investigação relacionada com a tentativa de extorsão à Doyen e com acessos ilegais aos servidores do Sporting, disse hoje à agência Lusa fonte judicial.

Em causa estão, entre outros, crimes de acesso ilegítimo e de tentativa de extorsão, este último relacionado a tentativa de extorsão de, entre 500 mil e um milhão de euros, ao fundo de investimento 'Doyen Sports', na manhã de 03 de outubro de 2015.

Em prisão preventiva desde 22 de março, Rui Pinto, de 30 anos, foi detido na Hungria e entregue às autoridades portuguesas, com base num mandado de detenção europeu.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE