PUBLICIDADE
Actualidade

Costa admite intervenção pública caso mercado imobiliário seja incapaz de se autorregular

19 | 09 | 2019   16.26H

O primeiro-ministro afirmou hoje esperar que o mercado imobiliário seja capaz de se autorregular e que os proprietários moderem as suas ambições rentistas, mas se isso não acontecer admitiu uma intervenção pública para garantir o equilíbrio.

António Costa assumiu esta posição no final de um almoço com membros da Confederação do Comércio e Serviços, depois de confrontado com uma questão sobre a forma como a especulação imobiliária, designadamente nas maiores cidades, está a afetar muitos comerciantes.

O primeiro-ministro mostrou-se confiante que o mercado seja capaz de se ajustar e que se regresse a uma situação de equilíbrio e de alguma estabilidade contratual.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE