PUBLICIDADE
Actualidade

Igualdade na parentalidade e desigualdade salarial devem ser prioridades - especialistas

20 | 09 | 2019   06.31H

Igualdade nas licenças de parentalidade e desigualdade salarial devem ser as prioridades para os próximos tempos, defendem duas ex-presidentes da Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE), que hoje cumpre 40 anos.

Ambas ex-secretárias de Estado com a pasta da Igualdade, Maria do Céu Cunha Rêgo e Catarina Marcelino anteciparam à Lusa o que hoje dirão, à tarde, no seminário que assinala os 40 anos da CITE, mecanismo nacional que vigia e promove a igualdade e a não discriminação entre homens e mulheres no trabalho, no emprego e na formação profissional.

Presidente da CITE entre 1997 e 2001, Maria do Céu Cunha Rêgo não tem dúvidas de que a chave da igualdade está na paternidade e na parentalidade: as coisas só mudarão efetivamente quando um empregador souber que tanto faz contratar uma mulher ou um homem, porque ambos têm direito a ficar com os filhos o mesmo tempo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE