PUBLICIDADE
Actualidade

Forte de Peniche soma cem mil visitantes e abre-se às Jornadas Europeias do Património

21 | 09 | 2019   09.29H

As Jornadas Europeias do Património realizam-se este ano pela primeira vez na Fortaleza de Peniche, com atividades que incluem um roteiro pela vila, a celebração do visitante cem mil e a fuga de Álvaro Cunhal contada por marionetas.

"Sem tirar a importância de todas as iniciativas, porque todas são importantes, eu gostava de salientar que, pela primeira vez, se vão realizar na Fortaleza de Peniche as Jornadas Europeias do Património", este ano sob o tema "Artes Património Lazer", disse à agência Lusa Paula Silva, diretora-geral do Património Cultural (DGPC), entidade que coordena em todo o país esta iniciativa europeia, que terá lugar nos dias 27 a 29 de setembro.

A Fortaleza de Peniche, no distrito de Leiria, onde funcionou a antiga prisão política do Estado Novo, abriu ao público no dia 25 de Abril deste ano, com uma exposição intitulada "Por teu livre pensamento", e tem ainda em construção o futuro Museu Nacional Resistência e Liberdade.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

3 comentários

  • 10 a 11000 jovens do POVO morreram e foram torturados na guerra colonial estão ainda por saber o q aconteceu ao navio ANGOCHE e quem forneceu alegadamente informações estratégicas e mapas sobre tropa portuguesa e deram vantagem ao inimigo para matar mais filhos do povo.Estes HEROIS mortos na flor da idade ainda hoje por complexo dos sobreviventes decisores não têm monumentos nacionais em todos os distritos.Quem quer ser português quando vê estas manifestações alegadamente de subversão internacionalista?
    Verissimo | 21.09.2019 | 15.42Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Se os comunistas da nossa praça ferrassem os dentes no Governo a censura voltaria e o Forte de Peniche seria reaberto com nova gerência para acolher os inimigos do povo!
    Jesus Cristo laico | 21.09.2019 | 14.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Só o LOUVRE em Paris recebe mais de 11 milhões de visitantes por ano e nâo há sectarimos.Quererem comparar Regime MILITAR/SALAZR com os responsáveis pelos assassinatos em massa dos marxistas é um insulto a qualquer SER com conhecimento da HISTòria.Já não somos analfabetos e por isso 80% dos jovens não votam.Estao fartos de sectarismos e empobrecimento País que nada contribuem para q seu trajeto Profisional seja um sucesso.
    Luzia | 21.09.2019 | 10.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE