PUBLICIDADE
Actualidade

Guterres expressa orgulho em ver Portugal "na linha da frente" nas alterações climáticas

23 | 09 | 2019   02.34H

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, expressou hoje orgulho, como português, em ver Portugal "na linha da frente" no combate às alterações climáticas e também em matéria de migrações e refugiados.

"É para mim, como português, um motivo de particular orgulho ver que Portugal tem estado na linha da frente, quer em matéria de alterações climáticas, questão central do nosso tempo, quer em algo que me é particularmente querido, até pelo que fiz como Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados", afirmou.

No final de um encontro com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no seu gabinete nas Nações Unidas, em Nova Iorque, António Guterres elogiou também "a coragem, a eficácia e a extrema importância do contingente português na República Centro-Africana".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Portugal está na linha da frente sempre mas então como explicar continuar em termos de desenvolvimento na cauda da Europa.Em migrações ninguém quer ficar em Portugal qdo pode refugiar-se em Países desenvolvidos e com vencimentos entre dois a 30 vezes mais e com proteção carreira e bens.Portugal é marxista,Alemanha é conservadora.Portugal vive ao saque fiscal Alemanha tem direitos garantidos.Quem quer nestes tempos viver num País de confisco,são visões antagónicas da governança que nada favorece Portugal sendo hoje considerado o ESTADO VERMELHO da EU.Os própios jovens entre os 18 e 34 anos apercebendo-se da ARMADILHA FISCAL procuram emigrar.
    Alexandre | 23.09.2019 | 09.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE