PUBLICIDADE
Actualidade

UGT faz "questão de demonstrar" solidariedade a professores que desfilaram em Lisboa

05 | 10 | 2019   18.51H

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, fez hoje "questão de demonstrar" a sua solidariedade e a da central sindical aos professores que desfilaram na Avenida da Liberdade, em Lisboa, no que considerou uma "grande mobilização".

Acompanhado de todo o executivo da UGT, Carlos Silva aguardou junto à estação do Rossio a passagem dos manifestantes e distribuiu cumprimentos e palavras aos que iam passando.

A manifestação, no Dia Mundial do Professor, que este ano coincidiu com o dia de reflexão para as eleições legislativas de domingo, partiu do Marquês do Pombal e terminou no Rossio.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Presumo que tenha tido mais clientes a manifestação contra os donos da república, que as deslavadas comemorações da implantação da mesma. Quanto à UGT, ainda existe? Bem que lhe podem fazer o funeral e decretar uma semana de luto nacional.
    Dono dos Burros | 05.10.2019 | 21.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • MANIFESTAÇÃO DOS FALHADOS DA SOCIEDADE AGORA ATÉ ESCOLHEM O 5 OUTUBRO VERGONHA NACIONAL E MUNDIAL
    O povinho | 05.10.2019 | 20.11Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE