PUBLICIDADE
Actualidade

Metade das reformas antecipadas na CGA em 2018 são de carreiras contributivas longas

09 | 10 | 2019   17.47H

Em 2018 foram atribuídas 713 pensões antecipadas na função pública, tendo 356 (49,9%) sido concedidas através do regime das muito longas carreiras contributivas que permite o acesso à reforma sem os cortes mensal e do fator de sustentabilidade.

Este dado consta do Relatório e Contas da Caixa Geral de Aposentações (CGA) relativo a 2018, a que a Lusa teve acesso, que confirma que naquele ano entraram na reforma 10.609 funcionários públicos, o que representa uma diminuição de 13,7% face às 12.298 novas pensões contabilizadas no ano anterior.

Esta quebra geral no total das reformas atribuídas em 2018 reflete a descida observada nas que tiveram origem na administração central, forças armadas, forças de segurança e junto de ex-subscritores.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE