PUBLICIDADE
Actualidade

Doentes querem repor comparticipação de antipsicóticos a 100%

10 | 10 | 2019   06.50H

Diversas associações que apoiam doentes com doença mental grave alertaram hoje para a necessidade de repor a comparticipação a 100% dos antipsicóticos, medicamentos essenciais para os mais de 48.000 doentes que em Portugal sofrem de esquizofrenia.

Numa petição que no início do dia de hoje, o Dia Mundial da Saúde Mental, já tinha recolhido mais de 2.000 assinaturas, as associações recordam que dos 48.000 doentes com esquizofrenia em Portugal, há cerca de 7.000 sem qualquer acompanhamento.

"A esquizofrenia é uma doença crónica mental grave e que tem um impacto significativo em diferentes domínios da vida humana e da sociedade", lembra o texto da petição, frisando os impactos da doença no trabalho, educação, relações interpessoais e na capacidade para o doente viver de forma independente.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE