PUBLICIDADE
Moçambique/Eleições

Autoridades sob "muita pressão", mas garantem credenciação de observadores

10 | 10 | 2019   13.47H

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) moçambicana disse hoje estar a trabalhar sob "muita pressão", quando faltam poucos dias para as eleições gerais, mas garantiu a credenciação de todos os observadores.

"Temos atividades internas muito sensíveis, difíceis de realizar, nas condições em que nos encontramos de transporte, vias de acesso, pagamentos, tudo isso põe muita pressão sobre nós", disse Abdul Carimo, presidente da CNE.

O responsável falava aos jornalistas, em Maputo, à margem de um encontro com o chefe da Missão de Observação Eleitoral da Comunidade dos Países da Língua Portuguesa (CPLP).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE