PUBLICIDADE
Tancos

Prazo para abertura de instrução prolongado para 30 dias

10 | 10 | 2019   18.46H

O prazo para abertura de instrução do caso de furto e recuperação de armas de Tancos foi prolongado para 30 dias, disse hoje à Lusa fonte ligada ao processo.

O prazo inicial era de 20 dias após a notificação da acusação, que foi conhecida em 26 de setembro, mas o juiz do Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa decidiu prolongá-lo por mais 10.

O ex-ministro da Defesa Azeredo Lopes, o major Vasco Brazão e o coronel Luís Vieira, ambos da Polícia Judiciária Militar, todos arguidos no processo de Tancos, já manifestaram a intenção de requerer a abertura de instrução.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE