PUBLICIDADE
Actualidade

Documentário mostra Guiné Equatorial pelos olhos de escritor no exílio

12 | 10 | 2019   12.53H

A vida do escritor mais traduzido da Guiné Equatorial, exilado em Espanha, é o tema de um novo documentário que, através da história de Juan Tomás Ávila, pretende levantar o véu sobre um dos países mais fechados de África.

Com estreia prevista para 23 de outubro, durante a Semana Internacional do Cinema de Valladolid (SEMINCI), "O escritor de um país sem livrarias" é o segundo documentário do jornalista catalão Marc Serena.

Serena assinou em 2015 com o também escritor catalão Pablo García Pérez de Lara o premiado "Tchindas", um filme sobre a força do Carnaval na ilha de São Vicente, centrado em Tchinda Andrade e a comunidade transexual em Cabo Verde.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE