PUBLICIDADE
Actualidade

Líder da Fenprof acusa Governo de "estoirar" com corpo docente em Portugal

14 | 10 | 2019   13.31H

O secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) acusou hoje, em Coimbra, a tutela de "estoirar" com o corpo docente as escolas com a sobrecarga de trabalho dos professores além das 35 horas semanais.

"O corpo docente está envelhecido, desgastado, com muitos profissionais em situação de stress e de 'burnout' (exaustão profissional), e o que estão a fazer aos professores é para acabar de vez com o corpo docente", disse Mário Nogueira, em conferência de imprensa, para apresentar a greve ao trabalho extraordinário a partir de hoje.

Segundo o dirigente sindical, o excesso de trabalho tem-se agravado e "podem [os governantes] reconhecer que os mais velhos deixem de ter tanto trabalho direto com os alunos, tantas aulas, mas se fizerem isso quem é que está lá para dar aulas".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

4 comentários

  • carreiras foram atropeladas com bancarrota de 2011.O País ainda não recuperou de forma que tem tudo nos mínimos e nada vai poder dar ,tanto assim que vem nova crise internacional e a DIVIDA é o MONSTRO que pode mergulhar o país em nova bancarrota.
    Mina | 16.10.2019 | 12.28Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • 15H10 QUEM SUSTENTA O PÚBLICO SÃO OS PRIVADOS JÁ SE ESQUEÇERAM QUANDO TINHAM 4 MESES POR ANO DE FÉRIAS NÃO SE QUEIXAVAM TENHAM VERGONHA
    O ze | 14.10.2019 | 15.37Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Muitos dos que recebem reforma nunca descontaram. Os professores descontaram durante anos e estão à espera que não sejam roubados e lhes contem esse tempo de serviço.
    Quem trabalha tem direitos | 14.10.2019 | 15.10Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • FENPROF ESTOIRA OS CONTRIBUINTES E PAÍS DE ALUNOS SÓ QUEM TRABALHA NÃO TEM HORÁRIO E POUCO GANHAM ISSO É QUE É A REALIDADE
    O povinho | 14.10.2019 | 14.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE