PUBLICIDADE
Actualidade

Centro Internacional de Artes em Guimarães termina ano com mostra "Plant Revolution!"

16 | 10 | 2019   17.16H

O Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJ) vai terminar o ano com uma "grande exposição coletiva", "Plant Revolution!", a inaugurar no sábado e que põe em "confronto" pensamento, ciência, imaginação, anunciou hoje aquela estrutura vimaranense.

Em comunicado envido à Lusa, o CIAJ, adianta ainda que à "grande exposição" se juntam duas novas mostras, uma programação sob o tema "Plant Revolution!", que abre as portas do centro "para revelar um universo vegetal", que tem por objetivo pôr a pensar "a relação do humano com as plantas, explorando diferentes narrativas de mediação tecnológica do reino vegetal".

Com curadoria de Margarida Mendes o novo ciclo "reflete sobre o encontro interespécies, perguntando o que acontecerá quando dissolvermos as fronteiras entre o parasita e o hospedeiro", contando com a colaboração de artistas e coletivos como Agência, Alexandre Estrela, Comunidade De Artesãs Mujeres De La Resistencia EZLN, Diogo Evangelista, Filipa César, Inhabitants, Joachim Koester, Joana Escoval, Knowbotiq, Maria Thereza Alves, Paulo Tavares, Pedro Neves Marques, Peter Zin, Regina De Miguel, Richard Lowenberg, Suzanne Treister, Terence Mckenna, Teresa Castro, e com textos de Amin Ahmet Mutawa, Erik Davis e Fernando Garcia Dory.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE