PUBLICIDADE
Síria

Líderes da UE limitam-se a repetir condenação à ofensiva turca

18 | 10 | 2019   01.58H

O chefes de Estado e de Governo da União Europeia (UE) limitaram-se hoje a endossar as conclusões adotadas pelos chefes de diplomacia dos Estados-membros na segunda-feira, reiterando a condenação à ofensiva militar turca no nordeste da Síria.

"A UE condena a ação militar unilateral da Turquia no nordeste da Síria, que causa um inaceitável sofrimento humano, mina a luta contra o Estado Islâmico e ameaça gravemente a segurança europeia", lê-se nas conclusões adotadas pelos líderes dos 28, que refletem, numa versão mais curta, aquelas que os ministros dos Negócios Estrangeiros do bloco comunitário tinham aprovado na segunda-feira, no Luxemburgo.

O Conselho Europeu diz ainda ter "tomado nota" da pausa da ofensiva militar turca anunciada hoje pelo vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, insta novamente a Turquia "a pôr fim à sua ação militar, a retirar as suas forças e a respeitar a lei humanitária internacional", e observa que "alguns Estados-membros" decidiram suspender a exportação de armas para aquele país.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE