PUBLICIDADE
Moçambique/Eleições

Terceiro partido parlamentar acusa Frelimo de levar o país para a guerra

18 | 10 | 2019   17.18H

O MDM, terceiro maior partido moçambicano, que rejeitou hoje os resultados das eleições gerais, acusou a Frelimo, no poder, de conduzir o país para uma nova "aventura de guerra" por supostamente ter orquestrado uma fraude no escrutínio.

"Que não nos levem convosco nas vossas aventuras e apetites de guerra, porque queremos contar amanhã aos nossos filhos os frutos da paz e não da miséria e roubo", disse hoje o secretário-geral do Movimento Democrático de Moçambique (MDM), José Domingos.

Numa declaração à comunicação social em que anunciou a rejeição dos resultados das eleições gerais de dia 15, Domingos assinalou que o Acordo de Paz e Reconciliação Nacional assinado no dia 06 de agosto, em Maputo, é muito frágil e devia ser consolidado através de processos democráticos transparentes.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE