PUBLICIDADE
Eleições

BE admite propor alterações para mellhorar "concretização" do voto dos emigrantes

19 | 10 | 2019   18.35H

A coordenadora do BE defendeu hoje ser necessário fazer um balanço dos problemas registados com a votação dos emigrantes, admitindo propor na próxima legislatura alterações que facilitem a concretização do voto destes eleitores.

No final da reunião da Mesa Nacional do BE, em Lisboa, Catarina Martins foi questionada sobre o recurso do PSD ao Tribunal Constitucional (TC) que pede que os votos dos emigrantes considerados nulos por não serem acompanhados de cópia do Cartão de Cidadão sejam contabilizados como abstenção, o que o PS já considerou "inaceitável", solicitando o indeferimento do pedido.

Sobre a parte formal, a líder do BE disse que o partido aguardará pela posição do TC, salientando que a decisão não terá qualquer efeito na composição do futuro parlamento.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Os emigrantes não têm que votar. Não vivem cá. Ponto final.
    Dono dos Burros | 19.10.2019 | 20.52Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE