PUBLICIDADE
Actualidade

Angola arranca em novembro com campanha massiva de registo civil

19 | 10 | 2019   22.19H

O ministro da Justiça e dos Direitos Humanos de Angola anunciou para novembro o arranque da campanha massiva de registo civil de cidadãos, visando abranger 12 milhões de angolanos, 40% da população, até ao fim da legislatura.

"Temos consciência de que será um trabalho árduo, porém, estamos preparados", afirmou Francisco Queirós no seu discurso durante a 5.ª Conferência Africana dos Ministros Responsáveis pelo Registo de Nascimento e Estatísticas Vitais, que terminou na sexta-feira em Lusaka, capital da Zâmbia.

Numa primeira fase, disse Francisco Queirós, o programa será desenvolvido em três províncias a designar, estendendo-se gradualmente para todo o país, conforme forem sendo assegurados os recursos humanos e materiais necessários.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Coitados dos pretos. Agora é que eles vão ver o que é a peçonha do Homem-branco. Com um pouco de 'sorte' levam cada um um 'chip' daqueles que os chineses fabricam para saberem quantas são, onde estão e o que estão a fazer cada uma das ovelhas do rebanho. Belo Mundo este que críamos.
    Dono dos Burros | 19.10.2019 | 22.50Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE