PUBLICIDADE
Hiong Kong

Governo pede desculpas após polícia pulverizar mesquita durante protesto

21 | 10 | 2019   07.07H

O Governo de Hong Kong pediu hoje desculpas a líderes muçulmanos, depois da polícia antimotim ter pulverizado um portão da mesquita e algumas pessoas com um canhão de água, quando as autoridades tentavam dispersar os manifestantes no domingo.

A chefe do Governo, Carrie Lam, e o chefe de polícia visitaram a mesquita de Kowloon para pedirem desculpas aos líderes da comunidade muçulmana, disseram aos jornalistas os responsáveis religiosos.

"A nossa mesquita não está danificada. (...) A única coisa é que eles não deveriam ter feito isso. Eles pediram desculpas pelo sucedido e nós aceitámos", disse o secretário honorário do Fundo da Comunidade Islâmica de Hong Kong, Saeed Uddin.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE