PUBLICIDADE
Actualidade

Presidente do Equador culpa Nicolás Maduro pelos protestos e chama-o de "asno"

22 | 10 | 2019   02.13H

O Presidente equatoriano, Lenín Moreno, acusou na segunda-feira o chefe de Estado venezuelano, Nicolás Maduro, de estar por trás dos protestos sociais violentos contra o aumento da preço da gasolina e chamou-o de "asno".

Durante uma reunião com líderes sindicais, Moreno disse suspeitar, sem apresentar provas, que o Governo venezuelano assegurou o financiamento das ações violentas durante os protestos.

As manifestações entre os dias 03 e 13 de outubro causaram oito mortos entre os manifestantes, para além de mil feridos e outros tantos detidos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE