PUBLICIDADE
Actualidade

Sindika Dokolo já repatriou 20 peças de arte para Angola e entrega primeira à RDCongo

22 | 10 | 2019   13.24H

A Fundação Sindika Dokolo comprou e repatriou para Angola 20 peças de arte que tinham sido levadas de museus angolanos para coleções estrangeiras e prepara-se para entregar ao museu de Kinshasa a primeira peça congolesa recuperada.

A informação foi avançada em entrevista à agência Lusa pelo empresário congolês Sindika Dokolo, considerado um dos maiores colecionadores de arte em África, que tem vindo a comprar, através da sua fundação, peças dispersas por coleções europeias e "roubadas" em África.

"Nós temos feito um grande trabalho com a fundação, ao nível da parceira com o museu do Dundo [província angolana da Lunda Norte] e o Governo de Angola, para que se possam repatriar peças de arte que foram roubadas, que desapareceram do museu. E até agora já recolhemos e repatriamos 20 peças", afirmou Sindika Dokolo, que é casado com a empresária angolana Isabel dos Santos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE