PUBLICIDADE
Actualidade

Escritor Alberto Manguel lamenta que a tecnologia retire importância aos livros

26 | 10 | 2019   14.17H

O escritor e bibliófilo argentino Alberto Manguel, autor de "Monstros Fabulosos", afirma que a literatura transforma as pessoas e lamenta que a evolução tecnológica tenha retirado importância aos livros, conduzindo a uma valorização do "rápido e fácil".

Alberto Manguel falava na sessão de lançamento de "Monstros Fabulosos", editado pela Tinta-da-China, que decorreu na noite de sexta-feira, livro para o qual o autor recuperou as personagens imaginárias que conheceu nas suas leituras de infância e as apresenta aos leitores, com ilustrações feitas por si mesmo.

Numa sessão que contou com a presença do poeta e crítico literário Pedro Mexia e do humorista e comentador Ricardo Araújo Pereira, que fizeram uma elogiosa introdução à obra, Alberto Manguel começou por agradecer aos dois por terem inventado um livro que ele não escreveu, e explicou que o seu livro "é um livro de leitor", que espelha um vicio de infância com que quer "contagiar os outros".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE