PUBLICIDADE
Actualidade

Zanzibar testa drones para pulverizar arrozais no combate à malária

05 | 11 | 2019   12.17H

Aviões não-tripulados e controlados remotamente estão a ser testados, pela primeira vez, para combater a malaria na ilha de Zanzibar, na costa da Tanzânia, uma luta se tem estendido nos últimos dez anos, revelaram fontes oficiais.

A pulverização com aviões não-tripulados, mais conhecidos como 'drones', é um teste que vai ajudar o governo local a alcançar o seu objetivo de eliminar a malária no arquipélago até 2023, de acordo com o plano estratégico adotado pelo Programa de Eliminação da Malária no Zanzibar.

O entomologista e investigador principal do projeto, Bart Knols, afirmou que espalhar a substância a partir de drones é uma forma relativamente barata de combater a reprodução dos mosquitos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Porque não falam com o americanos. Eles são especialistas em espalhar agente laranja. Falem com quem sabe.
    Dono dos Burros | 05.11.2019 | 13.12Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE