PUBLICIDADE
Actualidade

Médicos do Centro condenam fim total das receitas em papel

06 | 11 | 2019   17.06H

A Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos (SRCOM) condenou hoje a decisão do Ministério da Saúde e dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS) de acabarem com as receitas médicas em papel.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da SRCOM, Carlos Cortes, criticou a "insensibilidade" da tutela e o desconhecimento sobre as dificuldades existentes para a desmaterialização total das receitas médicas a partir de março de 2020.

"Temos médicos em locais periféricos que receitavam por via manual, porque se deslocavam ao domicílio ou por falhas na cobertura de rede de telecomunicações, o que ainda se verifica em muitos locais", disse.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE