PUBLICIDADE
PSD

Rangel critica "paladinos da ética" que defendem que arguidos não devem ser candidatos

26 | 08 | 2009   18.57H

“Sou contra a existência de efeitos automáticos que é aquilo que tem sido defendido agora. Tenho visto muito boa gente, vêm todos clamar como paladinos da ética que uma pessoa por estar acusada ou por ser arguida que não deve ser candidata, defendeu Paulo Rangel, em declarações aos jornalistas à saída de uma aula da Universidade de Verão do PSD.

Considerando que “há situações e situações e que devem ser ponderadas umas e outras”, o antigo líder da bancada social-democrata na Assembleia da República preconizou uma clara separação entre Justiça e política, considerando que o que poderá existir é uma avaliação política da situação.

“Naturalmente que pode é haver avaliação política da situação em que as pessoas se encontram, o que não deve é haver efeitos automáticos e muito menos legais de uma pessoa que é, por exemplo, arguido ou acusado, ficar impedido de exercer actividade política, isso não deve ser automático”, sublinhou, insistindo que essa avaliação política das circunstâncias deve ser feita por quem de direito e que essa avaliação deve ser respeitada.

Como justificação para esta posição, Paulo Rangel salientou que não se pode acabar com a presunção da inocência em Portugal.

Contudo, acrescentou, isso não quer dizer que em “determinadas circunstâncias as próprias pessoas ou quem tem de avaliar politicamente essas decisões não retire consequências políticas”.

“A credibilidade da política não está na ética”, tinha já defendido Paulo Rangel durante a aula que deu hoje na Universidade de Verão do PSD, que decorre até domingo em Castelo de Vide.

Na terça-feira à noite, durante um jantar-conferência da Universidade de Verão do PSD o ex-líder do PSD Marques Mendes recomendou ao partido que reforce as suas preocupações com a ética e voltou a defender uma lei que impeça políticos acusados ou condenados por crimes graves de se candidatarem a eleições.

Questionado sobre as críticas que têm sido feitas à direcção do partido em relação à inclusão de António Preto e Helena Lopes da Costa, arguidos em processos judiciais, Paulo Rangel escusou-se a fazer qualquer avaliação política, mas garantiu estar “totalmente solidário” com a direcção do partido.

“Compreendo que todos esses processos de constituição de listas são complexos, todos nós teríamos opiniões pessoais sobre as mais variadas coisas, mas eu estou totalmente solidário com a direcção do partido, com a presidente do partido, quanto a todas as decisões tomadas”, declarou.

Paulo Rangel considerou ainda que os críticos à decisão de Manuela Ferreira Leite em incluir António Preto e Helena Lopes da Costa nas listas de deputados pelo círculo de Lisboa revelam uma visão com a qual não concorda que é errada e “anti-ético”.

Questionado se o partido deve ter qualquer intervenção em relação ao candidato independente à Câmara de Santarém apoiado pelo PSD, Moita Flores, que admitiu que não irá votar na líder social-democrata, Paulo Rangel diz achar que o caso “não merece essa importância”.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

6 comentários

  • De punhos cerrados, não se pode apertar a mão a ninguém. (Indira Ghandi)
    OS DEFEITOS DO AMIGO,LAMENTO, ENÃO MALDIGO.
    Caneladas | 27.08.2009 | 13.46Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ética , moral , decencia , afinal para que servem ? Absolutamente para nada . O afeminado do Rangel até a mãe e a avó vende , em troca do tachinho. Agora que está na Europa tem que estar agradecido a tia mané , e se para isso tem que ser cão de fila , que seja. Agora pode estar no parlamento , na engorda e aranjar uma ranchada de afilhados ( entre os 14 e os 16 anos , tenrrinhos ), vestir os seus robes de cetim . Meu caro Rangel , cuidado com esse rabo peludo , muito cuidado.
    CASTRADORA | 27.08.2009 | 10.30Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Este Rangel andou a enganar o Povo nas Europeias; o Sócrates andou a enganar o Povo na Campanha de 2005 e continua a enganar nesta; a Manelinha quando era ministra das Finanças do Cavaco dizia que TGV era prioridade para o seu governo, agora diz que se for governo TGV é para acabar... Vocês já repararam que NENHUM, mas NENHUM político deste País consegue dizer uma verdade que seja? O que me entristece é que ainda existe gente que vota nesta cambada de aldrabões e depois andam QUATRO ANOS a queixarem-se que lhes estão a ir aos bolsos e a chamar-lhes nomes por isso! Este Rangel pertence à mesma pandilha de políticos que não se importam que existam corruptos no poder porque quantos mais corruptos existirem, mais isto anda na onda deles! O Freeport está a dar o berro pois já ouvi dizer que o caso será arquivado antes das eleições... Não é uma maravilha, ser-se político neste País? Enquanto um gajo esmifra-se para pagar a renda da casa, a bucha, a merda que veste e as contas da farmácia e das despesas da casa, estes mamões andam a gamar-nos nos impostos e têm a lata de reformarem-se com 8 anos de "casa" (deputados) e ordenado por inteiro! Vocês vão votar nesta pandilha? Então depois não têm o direito de reclamar!
    Já estou Farto | 27.08.2009 | 00.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ó meus caros "amigos"! Eu sei que mais dia menos dia,estes cabrões mandam lá uns sacanas com metralhadores e levam-me,mas têm que empurrar a cadeira onde me assento,que se fodem,ou então me levam ao colo!
    -Eu não me canso de dizer,que partidos politicos,são quadrilhas,são bandos de ladrões e quando têm a sorte de cair na governação,então com os mercenários GNRs,PSPs e SIS ao seu serviço e com as metrelhadoras,são uns valentões,vai de assaltar o povo,com leis que criam a seu belo prazer e com a força das armas e de justiça a seu belo prazer,nos sugam até ao tutano! Este MELRO,já não está a mamar na teta da porca da UE os 12/13 mil euros por mês,fora outras alcavalas!? Que lucro dá esta rês ao povo português para mamar tanto? Quanto a mim,Marques Mendes ,é merda como ele,porque se não fosse não estava no PSD! Contudo,estou de acordo com ele. Logo que um animal é suspeito de ladrão,corrupto,assassino ,etc.,jamais deveria poder candidatar-se a um lugar público,até que a sua situação fosse esclarecida em tribunal e caso fosse confirmada a sua inocência,então deveria ter direito a ser indiminizado.
    -Continuo a perguntar,qual o politico que esteve no governo,ou em camaras,depois do 25 de abril,que não mereça ir malhar com as costas na cadeia!?
    -Eu VOU VOTAR NO BLOCO DE ESQUERDA E ESPERO LEVAR OUTROS COMIGO.
    112 | 26.08.2009 | 23.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • E eu que pensei que este indivíduo valia qualquer coisa!!!
    Afinal é m.... do mesmo penico dos outros.
    Isto,só mesmo com um monte de m.... pelas t......
    É por estas e por outras que eu jamais votarei.
    VÍGAROS PARA A PRISÃO,JÁ!!!!!!!!!!!!!
    jovemvidente | 26.08.2009 | 22.47Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Está visto que este é mais um corrupto, todos aqueles que querem candidatar a deputado ou qualquer outro cargo politico,pessoas que são arguidos por corrupção, como agora á um que é falsificador de documentos, e vigarisou o estado num valor bastante grande de impostos que não pagou. É um grande corrupto, e quer esses como deputados para depois fazerem leis, que não punem os corruptos nos tribunais.O Povo não deve votar em partidos destes.
    salazar | 26.08.2009 | 20.57Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE