PUBLICIDADE
Hong Kong

Morre estudante de 22 anos alegadamente ao fugir da polícia

08 | 11 | 2019   06.00H

Um estudante de 22 anos morreu hoje em Hong Kong, tornando-se alegadamente na primeira vítima direta dos confrontos entre manifestantes e polícia registados na cidade nos últimos meses, noticiou a imprensa local.

O jovem estava internado num hospital local desde a madrugada de segunda-feira, depois de ter sido encontrado inanimado num parque de estacionamento, aparentemente na sequência de uma fuga de uma ação policial contra uma manifestação ilegal em Hong Kong, indicou a rádio local RTHK.

O hospital Rainha Isabel confirmou que o estudante morreu às 08:09 (00:09 em Lisboa), sem especificar a causa da morte, adiantou o jornal local South China Morning Post (SCMP).

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE