PUBLICIDADE
Actualidade

Ministro diz que só "algo muito estranho" trava classificação da morna pela UNESCO

08 | 11 | 2019   17.57H

O ministro da Cultura de Cabo Verde, Abraão Vicente, afirmou hoje à Lusa que "só se acontecer algo muito estranho aos procedimentos da UNESCO" é que a morna não será classificada como património da humanidade em 12 de dezembro.

A posição foi assumida pelo governante depois de receber, na quinta-feira, a informação da aprovação definitiva por parte dos técnicos da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) da candidatura da morna a Património Imaterial da Humanidade, decisão que formalmente deverá ser adotada dentro de um mês, na Colômbia.

"Só se acontecer algo muito estranho aos procedimentos da UNESCO é que uma decisão validada pelos peritos não será aprovada pela reunião geral que acontecerá em Bogotá", afirmou Abraão Vicente.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE