PUBLICIDADE
Actualidade

Macedo diz que CGD não tenciona novos aumentos de comissões além dos comunicados

08 | 11 | 2019   20.01H

O presidente da CGD disse hoje que o banco não conta aumentar comissões para os particulares em 2020, além das subidas já comunicadas, e que o banco não conseguirá cumprir o aumento das receitas com comissões definido no plano estratégico.

"Só numa alteração de cenários em cima da mesa a CGD pondera voltar a alterar comissões em 2020. Só por alguma alteração das circunstâncias. Porque a Caixa não tenciona voltar a aumentar comissões nos clientes particulares", referiu Paulo Macedo.

O gestor líder da Caixa Geral de Depósitos (CGD) afirmou ainda, na conferência de imprensa de apresentação dos resultados, em Lisboa, que o banco não vai conseguir cumprir o objetivo do plano estratégico, definido entre o Estado português e a Comissão Europeia, de aumentar o valor arrecadado em comissões em 100 milhões de euros em quatro anos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Ó Zarolho! Para já! Para já! Falar verdade, nada de 'fakes-news' sff! É uma vergonha o que se passa com este Banco. Este Bancos é dos Portugueses, não é dos políticos, não tem que ser a mama suculenta em que os Proxenetas do PS e do PSD vão saciar a sede de dinheiro. Este Banco tem que ser diferente dos outros. Este banco não tem que enganar os clientes como qualquer banco capitalista em que o Lucro é Deus. Só vos desejo a entrada brevemente no Inferno.
    Dono dos Burros | 08.11.2019 | 20.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE