PUBLICIDADE
Actualidade

Governo da Bolívia garante que não pretende mobilizar Forças Armadas

09 | 11 | 2019   03.23H

O Governo da Bolívia disse sexta-feira que não pretende mobilizar as Forças Armadas depois de relatos de motins por parte da polícia em várias cidades do país, na sequência dos protestos que se registam há quase 20 dias.

O ministro da Defesa boliviano, Javier Zavaleta, afirmou que o Presidente Evo Morales, que é constitucionalmente o capitão geral das Forças Armadas, deu ordens para que os militares não saiam às ruas.

"Nenhum militar vai às ruas de qualquer cidade do país", afirmou Zavaleta, que reconheceu que houve um motim policial na cidade de Cochabamba, mas garantiu que relatos de revoltas policiais semelhantes em outras zonas do país se tratam de "rumores".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE