PUBLICIDADE
Actualidade

BE considera "inaceitável" aumentar salários através de fundos de compensação

09 | 11 | 2019   20.28H

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, considerou hoje "inaceitável" a proposta dos patrões de aumentarem os salários mínimo e médio através dos fundos de Compensação de Trabalho, que garantem o pagamento de indemnizações aos trabalhadores.

"Não podemos pagar o aumento do salário mínimo com o dinheiro que é dos trabalhadores. Essa proposta dos patrões é inaceitável", afirmou Catarina Martins.

A coordenadora do BE reagia a uma notícia do jornal Público, dando conta de que os patrões querem mexer num fundo de 370 milhões de euros, para compensar o aumento de salários.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Considera o BE e consideramos todos. Só os patrões-ladrões, de quem o COSTA gosta muito, ao ponto de lhe colocar ao serviço a tropa-fandanga e os polícias do cangaço para furarem as greves, é que acham uma boa ideia. Aqui não houve exoneração (na greve furada), como na Madeira, em que um General se esforçou por criar laços entre o Povo e o Exército. Não houve, mais devia ter havido. O Estado-de Sítio não tinha sido declarado. A tropa-fandanga esteve ao serviço dos patrões. Dos polícias do cangaço já não é de admirar. Basta ver como batem em piquetes de greve e em trabalhadores que tentam impedir que os patrões retirem as máquinas das empresas falidas.
    Dono dos Burros | 09.11.2019 | 22.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE