PUBLICIDADE
Actualidade

Câmara do Porto e APDL vão pedir audiência conjunta ao MP sobre obra embargada na Arrábida

12 | 11 | 2019   01.41H

A Câmara Municipal do Porto e a Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL) vão pedir uma "audiência conjunta" ao Ministério Público sobre a obra embargada na Arrábida, avançou o presidente da autarquia.

"Recebemos um ofício da Inspeção-geral das Finanças (IGF) e, no âmbito disso, escrevemos uma carta de acordo com os serviços que contratamos a pedir alguns esclarecimentos. A APDL está a fazer exatamente a mesma coisa (...) a seguir, iremos pedir uma audiência conjunta ao Ministério Público para com eles debater toda esta questão", avançou Rui Moreira, esta segunda-feira, durante a reunião da Assembleia Municipal do Porto.

O anúncio do autarca surge no seguimento da intervenção do deputado Rui Sá, da CDU, sobre a carta enviada pelo promotor da obra embargada na escarpa da Arrábida, onde avisa que uma eventual reivindicação da propriedade daqueles terrenos terá consequências "devastadoras" para o erário público.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE