PUBLICIDADE
Actualidade

Maduro responde a advertência de Trump e diz que continuará a lutar pela Venezuela

12 | 11 | 2019   02.42H

O Presidente venezuelano assegurou que continuará a lutar pela paz no seu país, depois de o homólogo norte-americano ter afirmado que a renúncia do Presidente da Bolívia é "um sinal para os regimes ilegítimos da Venezuela e Nicarágua".

"Este golpe de Estado, esta emboscada [na Bolívia] foi organizada pelo imperialismo norte-americano (...) e agora querem vir contra a Venezuela e a Nicarágua. Venham, pois, aqui o povo está pronto para lutar", disse Nicolás Maduro, em resposta a Donald Trump.

O mandatário reiterou o apelo à população para saír à rua em protesto contra o "fascismo" e para manifestar apoiar a Evo Morales, que já anunciou estar de partida para o México, país que lhe concedeu asilo político.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE