PUBLICIDADE
Actualidade

UE apela a fim da escalada entre Israel e Palestina para poupar vidas de civis

12 | 11 | 2019   11.14H

A União Europeia apelou hoje ao fim da escalada entre israelitas e palestinianos, "para salvaguardar as vidas e a segurança de civis" de ambos os lados, reiterando que "apenas uma solução política pode pôr fim aos sucessivos ciclos de violência".

Num comunicado divulgado em Bruxelas, a porta-voz da Alta Representante da UE para a Política Externa aponta que "esta manhã, Israel conduziu uma operação dentro de Gaza visando um alto líder da Jihad Islâmica Palestiniana, e em resposta foram disparados 'rockets' desde Gaza para o sul e centro de Israel", observando que "o disparo de foguetes sobre populações civis é totalmente inaceitável e deve parar imediatamente".

A porta-voz de Federica Mogherini sustenta que "agora é necessário um fim rápido e completo da escalada, para salvaguardar as vidas e a segurança de civis palestinianos e israelitas" e sublinha que "a União Europeia apoia integralmente os esforços do Egito nesse sentido".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

5 comentários

  • comentários de burro não chegam ao céu
    anónimo | 15.11.2019 | 17.18Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Israel saiu da administração da Faixa de Gaza porquê? O que é que dizem os jornais sionistas, sobre o poder militar (excluindo o armamento nuclear) que Israel tem? Qual foi a última vitória militar sionista. Qual é a taxa de natalidade e a pirâmide etária de Israel e quais são as dos palestinianos? No fim ganha quem? Podem desencadear o Armagedão nuclear, mas não ficam para cantar vitória.
    Dono dos Burros | 12.11.2019 | 12.55Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A tentativa pela solução politica tem barbas e está visto que não funciona.Já dizia Einstein quem usa o mesmo método para atingir resultados diferentes caminha para o insucesso permanente.A anexação da faixa de gaza e palestina por Israel é a solução lógica e fácil.Sao territórios definidos pós segunda guerra e sem viabilidade.A faixa de gaza é um território mais pequeno que a faixa de proteçao que a Turquia ocupa na Siria.Escandalo histérico e mediático se Israel anexa-se Gaza voz em surdina quando TURQUIA invade SIRIA.A HPÒCRISIA MATA os MIDIA e POLITICOS.
    Assad | 12.11.2019 | 12.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • HÁ MUITÍSSIMOS INTERESSES PAÍSES QUE ANDAM EM GUERRA COMO CONSEGUEM TER ARMAMENTO ALGUÉM OS PÕEM LÁ ESSES É QUE TÊM QUE SOFREU SANÇÕES QUEM SOFRE COMO SEMPRE SÃO OS CIVIS
    O ze | 12.11.2019 | 11.57Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Para quando o embargo , o boicote e o arresto dos activos financeiros de Israel? Para quando a prisão por crimes de guerra dos israelitas sempre que pisem o solo da União "soviética" Europeia? Para quando deixarem de serem fracos e lacaios dos ianques e deixarem de estar de quatro e passarem a bípedes?
    Dono dos Burros | 12.11.2019 | 11.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE