PUBLICIDADE
Actualidade

Tribunal de Contas chumba prorrogação do contrato de postos telefónicos entre Estado e Meo

12 | 11 | 2019   12.49H

O Tribunal de Contas chumbou a prorrogação do contrato com a Meo (Altice Portugal) para a prestação do serviço universal de postos públicos, de acordo com o acórdão disponibilizado no 'site' da entidade.

O gabinete do secretário de Estado Adjunto e das Comunicações tinha submetido a fiscalização prévia do Tribunal de Contas da "adenda ao contrato para a prestação do serviço universal de oferta de postos públicos", celebrada em 31 de julho de 2019, entre o Estado português e a Meo - Serviços de Comunicações e Multimédia.

Nesta adenda ao contrato, ficou acordado "prorrogar pelo período de um ano o prazo de vigência inicial do contrato celebrado em 20 de fevereiro de 2014 entre o Estado português e a PT Comunicações (atual Meo), pelo valor global respeitante ao período da prorrogação de 2.466.600,00 euros", lê-se no documento.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE