PUBLICIDADE
Actualidade

Costa diz que proposta sobre englobamento de rendimentos "há de surgir" mas não em 2020

13 | 11 | 2019   18.12H

O deputado único da Iniciativa Liberal questionou hoje o primeiro-ministro se pretende avançar com o englobamento de rendimentos já em 2020, tendo António Costa respondido que a proposta vai surgir, mas não no próximo Orçamento do Estado.

Na sua primeira intervenção no primeiro debate quinzenal da legislatura, João Cotrim Figueiredo afirmou que o primeiro-ministro "já fez constar que deste Orçamento para 2020 vai incluir propostas sobre o englobamento de rendimentos que, até agora, estavam sujeitos a taxas especiais".

"Ora, uma portuguesa que tenha um salário mensal de 630 euros e que receba uma pequena renda de 50 euros por mês veria com o englobamento simples, não é aritmética complicada, passar o IRS que paga de 168 euros para 269 euros e quatro cêntimos", exemplificou o deputado, notando que isto é um "aumento de 60% no IRS desta portuguesa que, pelos vistos, para o PS, faz parte dos ricos".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • O PS é um Robin dos Bosques, mas dos tempos modernos. Trata-se de roubar já não para dar aos pobres, mas para dar aos RICOS. O PS é o partido de quem os ricos não dizem mal, de quem o patronado não tem queixas, de quem a Máfia diz bem, já que, desde que pague tem poiso em Portugal com cartão de identidade e depois com passaporte. Por isso se a portuguesa de que a INICIATIVA LIBERAL fala não está bem, só tem que seguir os conselhos do Cuelhu do Psd-cds, emigre, saia da sua zona de conforto, ponha-se a milhas, dê de frosque. Xô! xô!
    Dono dos Burros | 13.11.2019 | 22.08Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • ESTAMOS ENTREGUES AS FERAS PORTUGUESES OS INVASORES ESSES ESTÃO BEM
    O ze | 13.11.2019 | 19.11Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE