PUBLICIDADE
Actualidade

PCP rejeita que Câmara de Lisboa entregue exploração da Tapada das Necessidade a privados

13 | 11 | 2019   20.12H

O PCP condenou hoje a intenção da Câmara de Lisboa de entregar a exploração da Tapada das Necessidades a privados, considerando que a construção de equipamentos semelhantes aos existentes noutros espaços irá afetar as características de um "jardim histórico".

"O PCP repudia e condena a opção da maioria na câmara de entregar, na prática, a Tapada das Necessidades a uma empresa que vai construir 'equipamentos' de forma semelhante a tantos outros espaços da cidade num Jardim Histórico Municipal, afetando todas as suas características e valores e condicionando fortemente o seu uso e fruição pela população local", é referido numa nota dos vereadores da autarquia da capital.

Na quinta-feira, na reunião privada do executivo autárquico, vai ser discutida uma proposta subscrita pelos vereadores com os pelouros do Planeamento e Urbanismo, Ricardo Veludo (PS), e do Ambiente e Estruturas Verdes, José Sá Fernandes (independente eleito pelo PS), para aprovar o pedido de licenciamento para "as obras de construção, alteração e ampliação no âmbito do 'Projeto de Reabilitação para a Concessão e Exploração do Conjunto de Edifícios Existentes na Tapada das Necessidades', na freguesia da Estrela.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Quando amanhã a História ajustar as suas contas com as malfeitorias de licenciado em Direito José Sá Fernandes e do arquitecto Manuel Salgado, é tarde. Infelizmente. Por onde passam os "xuxalistas" do PS fica rasto e não é pequeno.
    Dono dos Burros | 13.11.2019 | 21.57Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE