PUBLICIDADE
Actualidade

MAI disposto a "resolver problemas de polícias" mas promessa não desmarca manifestação

14 | 11 | 2019   18.08H

O ministro da Administração Interna (MAI) manifestou-se hoje "disponível para dialogar" e para "resolver um conjunto de questões" relacionadas com a PSP e com a GNR, o que não invalida a manifestação conjunta de 21 de novembro.

Eduardo Cabrita teve hoje uma primeira reunião nesta legislatura, onde foi reconduzido no cargo de ministro da Administração Interna, com a Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP), Sindicato Independente dos Agentes de Polícia (SIAP), Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP), Sindicato Unificado da Polícia de Segurança Pública (SUP) e Sindicato Nacional de Oficiais de Polícia (SNOP), os que "têm capacidade negocial", desde que entrou em vigor a lei sobre as estruturas sindicais da PSP.

À saída da primeira reunião no MAI, em Lisboa, que durou cerca de uma hora e meia, Paulo Rodrigues, presidente da ASPP/PSP disse aos jornalistas que o ministro garantiu estar "disponível para dialogar e resolver um conjunto de questões" e que, inclusive, "fez algumas programações para discutir algumas matérias" que para os sindicatos "são muito importantes".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE