PUBLICIDADE
Actualidade

Mais de 200.000 em Praga contra 1º ministro, 30 anos após Revolução de Veludo

16 | 11 | 2019   17.13H

Mais de 200.000 checos, segundo a polícia, concentraram-se hoje no centro de Praga para pedir a saída do primeiro-ministro acusado de corrupção, na véspera do 30.º aniversário da Revolução de Veludo que derrubou o comunismo na antiga Checoslováquia.

Antigo comunista, o chefe de governo populista, Andrej Babis, enfrenta uma série de acusações de corrupção e um inquérito da Comissão Europeia sobre um eventual conflito de interesses relacionado com a sua 'holding', que reúne empresas agrícolas, de media e do setor químico. O primeiro-ministro rejeita as acusações.

Babis é também identificado como agente nos dossiers secretos da polícia dos anos 1980, o que ele também desmentiu. O seu governo de coligação minoritário é apoiado no parlamento pelo partido comunista.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE