PUBLICIDADE
Actualidade

Países europeus apelam a libertação de deputada raptada na Líbia

17 | 11 | 2019   16.23H

Treze missões diplomáticas europeias na Líbia, incluindo de Portugal, apelaram hoje às autoridades no leste do país para trabalharem pela libertação de uma deputada raptada em julho em Benghazi, cidade controlada pelas forças do marechal Khalifa Haftar.

Num comunicado conjunto, as embaixadas exprimem a sua "profunda preocupação com o prolongado desaparecimento de um membro da Câmara dos Representantes, Siham Sergewa" e apelam "à sua libertação imediata".

No documento, assinado pelas embaixadas da Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Itália, Portugal, Reino Unido e Suécia, assim como pela missão da União Europeia, pede-se "às autoridades líbias em causa para investigar com urgência sobre o seu desaparecimento e fornecer a sua localização".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • O bando do 134 patifes não gosta do caos que criaram? Beberam o champanhe aquando da morte do Líder e Chefe da Revolução, Rei dos Reis, Muamar Kadafi e agora sentem a cabeça à roda?
    Dono dos Burros | 17.11.2019 | 17.20Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE