PUBLICIDADE
Bolívia

Ex-Presidente no exílio denuncia crimes contra a humanidade

18 | 11 | 2019   04.30H

O ex-Presidente da Bolívia Evo Morales, exilado no México, denunciou no domingo crimes contra a humanidade cometidos durante a "repressão policial e militar" no país, mergulhado há quase um mês numa grave crise.

Na rede social Twitter, Morales exigiu que o "governo de facto" de Jeanine Áñez proceda à identificação dos autores intelectuais e materiais das 24 mortes registadas nos últimos cinco dias.

"Denuncio perante a comunidade internacional estes crimes contra a humanidade que não devem ficar impunes", escreveu.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE