PUBLICIDADE
Actualidade

Portugal diminuiu globalmente infeções em cirurgia mas registou ligeiro aumento em neonatologia

18 | 11 | 2019   09.30H

Portugal diminuiu globalmente as infeções em cirurgias no ano passado, apesar de terem aumentado ligeiramente nos serviços de neonatologia, disse à agência Lusa fonte do Programa Nacional de Prevenção e Controlo de Infeções e das Resistências aos Antimicrobianos (PPCIRA).

"A única infeção que, efetivamente, não conseguimos diminuir, que aumentou ligeiramente, foi a infeção em neonatologia", afirmou Isabel Neves, adjunta do PPCIRA, acrescentando que todas as unidades neonatais do país estão a participar num programa de vigilância, que abrange todos os bebés.

"Conseguimos diminuir globalmente a infeção do local cirúrgico. Dependendo do tipo de cirurgias, em algumas diminuímos muito, noutras aumentamos ligeiramente, mas no global diminuímos", disse.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Haja euros , procedimentos corretos , instalações individuais com limpezas adequadas,auditorias ao meio hospitalar,enfermerias ,blocos,menos pressão na cirurgia ou atos em escala máxima e teremos menos infeções.Mas estas também dependem do doente e suas características de defesa.Mas estas noticias não servem para credibilizar as insuficiências de acessibilidade aos serviços de saúde.As longas listas de espera são uma eternidade e desespero para quem não tem saúde e possibilidade de ter um seguro de saúde .
    Jacinta | 18.11.2019 | 14.12Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE