PUBLICIDADE
Óbito/Argentina Santos

Presidente da República lamenta morte da fadista

18 | 11 | 2019   20.11H

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje a morte de Argentina Santos, destacando o percurso da fadista e apresentando as condolências à família.

Numa nota divulgada no 'site' da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa começa por referir que Argentina Santos, "lisboeta da Mouraria, ainda jovem abriu um restaurante e casa de fados, A Parreirinha de Alfama", e, depois de cantar "uma noite a pedido, numa desgarrada", nunca mais "deixaram de lhe pedir que cantasse".

"Começou a gravar em 1953, e se não deixou muitos discos, teve uns quantos sucessos, de fado castiço sobretudo, e contou com a admiração dos pares, que muitas vezes a convidaram para concertos seus", escreve o chefe de Estado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE