PUBLICIDADE
Óbito/José Mário Branco

Músico que cantou o "paraíso perdido" pós 25 de Abril - JP Simões

19 | 11 | 2019   19.06H

O cantor JP Simões lastimou hoje a morte de José Mário Branco, um músico "revolucionário", com capacidade de "remexer as entranhas" de quem o ouve, e que cantou como ninguém o "paraíso perdido" pós-25 de Abril.

Confessando-se "muito triste" com a morte de José Mário Branco, o também compositor JP Simões citou uma frase que considera aplicar-se a José Mário Branco: "A pessoa às vezes apercebe-se do tamanho do outro, quando vê o tamanho do buraco que a morte dele deixa".

Para JP Simões esta é uma perda importante para todos e para a música portuguesa, mesmo para os músicos contemporâneos que receberam influência do seu trabalho, como é o seu caso, que em 2006 fez uma versão do tema "Inquietação".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE