PUBLICIDADE
Síria

ONU pede "investigação completa" ao ataque contra campo de refugiados

21 | 11 | 2019   14.38H

A ONU pediu hoje uma "investigação completa" ao ataque com mísseis que visou na quarta-feira um campo de refugiados em Qah, na região noroeste da Síria, provocando vários mortos e feridos civis.

O vice-coordenador regional humanitário da ONU para a crise na Síria, Mark Cutts, disse, num comunicado, que é "repugnante que mísseis atinjam civis vulneráveis, incluindo idosos, mulheres e crianças, que se refugiam em tendas", pedindo que o incidente, que classificou como "horrível", seja investigado "de forma minuciosa".

Na quarta-feira, o Observatório Sírio dos Direitos Humanos acusou o exército sírio de ter disparado mísseis balísticos terra-terra contra o campo de refugiados de Qah, localizado perto de um hospital materno-infantil na província de Idlib (noroeste da Síria), junto à fronteira com a Turquia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE